Estacionamento

 

  O estacionamento em Faro , há muito que tem sido um dos maiores problemas da cidade. Os lugares de estacionamento “rebentam pelas costuras”, e não satisfazem as necessidades dos automobilistas e muito menos lhe favorecem o bolso. Com a falta de lugares pudemos ver carros estacionados nos lugares mais inacreditáveis o que prejudica o funcionamento da cidade. Vejamos algumas situações mais caricatas:

 

       

           Estas situações só prejudicam o peão que aflito a praticar um sem fim de manobras para conseguir passar para o passeio - uma cruzada infinita! Dificulta também a passagem de deficientes motores, carros de bebés...   

 

 

         Situações destas são tão usuais como inevitáveis. Nestes casos  os carros estacionam atrás de outros ,quando estes últimos ocupam um lugares correctos ;desta forma ficam impedidos de sair. Em casos de  emergência são muito prejudiciais.

 

 

       Na Av. 5 de Outubro os peões  são obrigados a dividir o passeio com os carros ,que usam  este caminho como estradas, estacionamento e até mesmo para cargas e descargas.

     Muitas vezes podemos encontrar carros estacionados nos dois lados do passeio o que não só prejudica os peões mas também os outros condutores , pois reduzem o espaço das vias, originando geralmente trânsito e congestionamentos.

 

       Este é um sinal que está colocado em zonas de saída e entrada de veículos, bem como em locais de cargas e descargas ; raras são  as vezes que este  é respeitado pelos cidadãos que pelos poucos recursos de estacionamento, estacionam quase em qualquer sítio.

 

 

     Devido á falta de lugares as pessoa são obrigadas a estacionar em locais não próprios, onde estacionam os seus carros à mercê de estragos de várias ordens.

 

 

   Falando de parques estacionamento podemos dizer que existem poucos e por isso vamos falar de alguns.

 

Parque I

Chama-se Parque da Pontinha situa-se entre o Largo dos Combatentes e o Largo do Pé da Cruz, tem 130 lugares e é o parque que se situa mais próximo do centro “prático” de Faro . como se havia de espera é pago sendo explorado pela Câmara Municipal. Pode dizer-se que têm uma grande poder de influência pois situa-se numa grande área de concentração de trabalhos e lojas, a baixa de Faro (rua de St. António).

 

Parque II

Situa-se perto do Largo Campo da Feira ,um parque pago como é usual. Têm 109 lugares.

 

Parque III

   É o sonho dos condutores pois têm 950 lugares e  é gratuito, porque foi criado com fundos da União Europeia. O único problema é que se situa no extremo da cidade, por isso a sua área de influência não é muito grande, não tanta como a do parque da Pontinha. Serve os posto de trabalho que se situam relativamente perto (e não são muitos)e  à noite são a garagem dos poucos habitantes que vivem na zona.

 

         Sugestões:

 

Ž       Não deveriam ser permitidas construções sem garagens integradas no edifício, deste modo ficam garantidos os lugares de estacionamento de dezenas de pessoas que deixam de ocupar passeios;

Ž      Deveriam ser ocupados terrenos sem utilidade para fazer parques de estacionamento(como é o caso da foto a baixo);

 

Ž      Poderiam ser criados autocilos, edifícios de alguns andares só para estacionamento ;

Ž      Implantação de pinos automáticos permitindo apenas o estacionamento  para moradores da zona e para pessoas cujo posto de trabalhos se situa próximo do zona (como é o caso da Av. 5 de Outubro  e nas finanças...).